quinta-feira, julho 28, 2011

2014: Quem sai na frente..

Enquanto a seleção brasileira de futebol, não emplaca um bom time, a presidenta Dilma, vai emplacando alguma coisa à frente.

Boa divulgação, e confiança no andamento da preparação.

Mas, quando é que teremos um bom time?

Discussões americanas.. jogam pra que lado?


Um outro aspecto desta crise americana, é ver aqui no Brasil, a desvalorização do dólar.

Supostamente isto poderia levar a compreender como uma "força" iminente do Real.

Mas não é bem assim. Enquanto o dólar se desvaloriza, muitos preferem comprar nesta moeda, ou melhor comprar no país onde corre esta moeda.

Assim brasileiros (de posses) viajam para lá e vão enchendo os cofres do império.

Também empresas sediadas no Brasil que poderiam exportar para outros países, perdem competitividade, pois com o Real valorizado frente ao dólar, seus produtos ficam mais caros no exterior.

Por outro lado, o país que mais detém títulos públicos americanos, é a China.

Mas o país que tem o maior número de investimentos na China, também é os Eua.

E então? quem ganha e quem perde com esse jogo?

Acho que o país que impera na economia global, tende a ganhar em todo momento.

Principalmente quando está no centro das atenções.

A morte de uma fragilidade

Fotógrafos em geral, vivem em busca de uma super imagem. Assim perseguiram durante boa parte de sua existência, entre outras, a cantora Amy Winehouse.

Milhares de fãs ainda guardam a imagem desta cantora, como uma super mulher.

A busca pelas drogas na caminhada de Amy, também é uma mostra de sua extrema fragilidade diante da solidão.

Perdeu-se no caminho, viu o talento que a elevou ao topo da mídia, sumir de suas vistas.

Ela via, mas não alcançava, não conseguia se quer repetir as letras de suas canções.

Por que, super mulheres ou super homens, não existem.  Por que as drogas destroem mesmo a qualquer um.

Acho que os milhares de fãs que Amy Winehouse tem pelo mundo, se identificam não somente com sua mensagem, mas também com sua solidão, com aquela pessoa incompreendida.

Muitos não compreendem, e não são compreendidos principalmente em casa, onde teriam amigos.

Vale para lembrar que ninguém é de aço, também vale para que as pessoas deixem um dia de se interessar por imagens íntimas de ídolos.

São todos imperfeitos, por que são todos humanos.

Homenagem ao (quase) imbatível time do Santos


quarta-feira, julho 27, 2011

Conflito americano

Em fim o império não se entende:  De um lado Republicanos se negam a selar acordo com o governo democrata.

De outro o presidente clama para que se chegue ao consenso, expandindo-se o teto da dívida pública, para que os Eua, maior economia do planeta possa prosseguir saldando suas contas.

E os Republicanos conservadores, que mais gastaram principalmente com guerras, hoje batem o pé. 



Também não se ouviu nenhuma cruzada americana dos democratas, contra as guerras empreendidas no governo republicano de Bush.

E hoje, os americanos devem se perguntar se foi uma grande escolha, votar na maioria republicana, em pleno governo de um presidente democrata.

Hoje fica difícil ir adiante,  parece um debate entre surdos. Um não ouve o outro, e todos falam.

E assim a casa americana vai caindo.

Dívida social

O Brasil tem uma enorme dívida social,  para resgatar com seu próprio povo.

E quem serão os responsáveis por esta dívida, quem esta devendo?

Acho que todos que vem ganhando muito nos últimos anos, são os princiais devedores: Sistema financeiro, banqueiros  principalmente.

Por que enquanto este segmento figura entre os mais rentáveis, enquanto compram bancos, deixando a parte podre (dívidas) para o governo, ficando apenas com ativos bons, alguém vai pagando a conta.

Então hoje, somando há como calcular quem está devendo, nesta enorme dívida social.


O Brasil ainda não prosperou na melhor e mais justa distribuição de renda. Continua espremendo seu povo, com desemprego, sub emprego, baixos salários, déficit de habitação, educacional, hospitais públicos precários, etc..

O Brasil só cresce para uma camada da população: a menor.

Seleção de futebol

Realmente agora o Brasil tem um grande obstáculo à frente:  A SELEÇÃO DO URUGUAI!

Por que se a copa fosse neste semestre, provavelmente os uruguaios estariam cantando a volta do MARACANAZO..

Eles estão jogando um bolão. Um futebol de raça, toque de bola, com eficiência no ataque.

Esta é a questão: EFICIÊNCIA NO ATAQUE.

O técnico Mano Menezes diz que ainda falta conjunto, falta uma equipe. É verdade.

Mas tem uma coisa que é preciso saber pra estar na seleção: FAZER GOLS.

Um atacante não vai aprender a fazer gols na seleção, tem que chegar já sabendo. Principalmente quando está na "cara do gol".

E aí neste ponto, acho que o técnico está se prendendo a alguma coisa, por insistir em jogador, que já falhou na hora h várias vezes. Atacante tem que ser eficiente.

Ainda não vi este jogador nesta convocação. E não há tanto tempo assim para se preparar uma boa equipe. É preciso reforçar o compromisso com uma BOA SELEÇÃO, e não com indicações de cartolas, interesses empresariais, capos, etc..

Isto é o que atrapalha.

Guerra invisível

O suposto terrorista norueguês, parece ter seguido um plano semelhante àquele praticado pelo atirador e também covarde do Rio de Janeiro.

Ainda há outros detalhes a serem divulgados, porém ao que tudo indica trata-se de mais um "confuso mental" com motivos incompreensíveis.


Ou quase, no caso do norueguês, parece acreditar que há uma guerra. E deve haver mesmo.  O mundo invisível, tem seu lado escuro, e que se aproveita de janelas e portas abertas pelo ódio.

Parece que este foi mais um indivíduo usado, por este tipo de influência.

sexta-feira, julho 22, 2011

Limpando a administração pública

A opinião pública assiste a mais esta denúncia sobre desvios de verbas. A coisa pode estar ocorrendo hoje em Brasília, mas todos sabem que não é exclusividade. Parece que está em toda parte.

Enquanto se fala muito hoje, do ministério dos transportes, onde a presidenta já vem atuando, demitindo, e a Controladoria Geral da União fiscalizando, outros fatos vem se consumando diante de todos.

Estamos em "apressado" período de preparação para Copa 2014.  Estádios agora, parecem que estão diante de uma "tabela", girando em torno de UM BILHÃO DE REAIS.   

É o patamar que já se enquadra o Maracanã e agora também o novo estádio do Corinthians.

As informações são divulgadas a conta gotas. Primeiro se falou que o estádio precisava ter sua capacidade ampliada para atender as exigências da Fifa.

Achei importante até que se incentivasse a abertura naquele local, fundão da zona leste de São Paulo, pelos benefícios que a região irá receber, e hoje tem muito pouco, em transportes, escolas, vias de acesso, hospitais..

Para se candidatar a abertura da Copa porém, precisaria então de investimentos adicionais pois, inicialmente poderia passar de 400 milhoes, para algo em torno de 650, foi o que se comentou no início.

Porém hoje, depois de aprovado incentivos fiscais, para compor o restante, o valor já chega a 820 milhões.  E já há comentários de que pode até chegar a um Bi, devido inflação.

Mais ainda, o estádio que seria para 48 mil lugares, será ampliado para 65 mil, porém em arquibancadas móveis ALUGADAS, que depois da copa seriam retiradas.

Então o que está justificando todo aumento de valor? Seriam camarotes folheados a ouro? Ou mapa de esquemas com a Fifa?

Acho que é o caso, de se instituir paralelamente uma outra competição:  Qual praça irá consumir maior diferença em dinheiro entre valor de obras e o valor declarado de gastos. 

Basta compor estatísticas e entregar taças, do primeiro ao décimo segundo colocado.

É bem possível que o último colocado, em soma de gastos aqui, estará à frente de cidades, onde já se fez a Copa, como na África do Sul. 



quinta-feira, julho 21, 2011

Quem tem mais direitos?

Acho que os brasileiros trabalhadores, desempregados, subempregados, humilhados, lutadores, todos estes tem o direito de sonhar com uma vida melhor.

Agora não entendo que tenham tantas dificuldades, e que uma certa parcela, consiga maior atenção.

Um governo atuante

O governo da presidenta Dilma tem se mostrado atuante. Mostrou-se decidida na questão ética, de acordo com o discurso de posse, onde afirmou que não iria aceitar os malfeitos, termo que ela usou.  Foram avisados.

Mas por incrível que pareça, sua administração não se resume ao ministério dos transportes. Há outros, e em ação. 

Em breve, por exemplo, devido a um acordo feito pelo ministério de Ciência e Tecnologia, começam a ser fabricados os Tablets no Brasil. O que deverá baixar os custos desses equipamentos.

Com o tempo, outras novidades aparecerão, mesmo contra a vontade de parte dos políticos em Brasília.


Campeonato brasileiro

Num ritimo impressionante, o Corinthians venceu mais uma. Um time de lutadores, sem estrelas.

Ainda bem que a negociação para trazer Carlitos Tevez, não deu certo. Seria muito dinheiro por um atleta.

Acho que o atual elenco merece todo respeito da torcida, e todo reconhecimento. Tomara consigam permanecer neste rítimo. O que não será fácil.

Outras equipes estão rondando nas proximidades, São Paulo, Palmeiras, Cruzeiro, Flamengo. E o campeonato é longo.


F1 no final de semana

Neste final de semana, haverá mais uma corrida, da competição mais comprometida com o mundos dos negócios.

Depois de sabotar algumas provas, em que Massa teria chances claras de vitória, agora a Ferrari comemora sua primeira vitória, com seu primeiro pilto, Fernando Santander.

Assim neste final de semana, alguns torcedores podem achar que a equipe italiana seguirá vencendo.

O problema é que o alemão Vetel, da Red Bull com um ótimo carro, e uma pilotagem excelente, não deixa de aparecer no pódio.

Que sono.

Copa América

Para um bom observador, a seleção do Uruguai classificou-se vencendo o Peru, com dois gols de Soares.

A observação é que os dois gols, foram em muito, semelhantes, a oportunidades que Pato perdeu na seleção brasileira.

Um deles chutando quase sem ângulo após rebote do goleiro. Pato quando teve essa oportunidade diante do Paraguai, depois de chutar, ainda pegou o rebote e com o gol desprotegido, cabeceou para fora.

Em outro gol, Soares driblou o goleiro e chutou com categoria para dentro do gol.

Houve uma oportunidade exatamente como essa, em que Pato, se atrapalhou chutou em cima do goleiro, não conseguiu driblar.

Então teremos uma final entre Uruguai e Paraguai, que conseguiram aproveitar as chances que tiveram em suas partidas.

Até aqui as melhores seleções, e que vença a melhor.

quarta-feira, julho 20, 2011

Grampos em questionamento

Um grande grupo de comunicação, vejam só,  é questionado por usar grampos para espionar conversas telefônicas,  na inglaterra.

No Brasil, a grampolândia está em toda parte, inclusive em ofertas dessa "prestação de serviço" nos jornais.

Oficialmente proibido, é amplamente utilizado. 

Até por que isso mostra também a enorme diferença entre democracia, e democracia para inglês ver.

Energia não renovável


Como explicar que uma atividade tão lucrativa tenha que conviver com a falta de manutenção?

Uma área estratégica, que deveria ser preservada pelo estado, com programas contínuos de melhorias. Até por que é totalmente rentável, e essencial para todos.

Deixar isso nas mãos de quem somente visa o lucro. É o que dá.

Totalitarismo de hoje

Questionar ações que promovem injustiças, e lutar por um mundo melhor, é sempre mais difícil do que permanecer no lugar comum, aceitando tudo, enquanto sua parcela no bolo é agradável, deliciosa.

Não sai da minha memória, a figura daquele ex presidente da Nasdaq nos Eua, que apesar de bilionário, aplicava golpes para enriquecer ainda mais. Teria sido um dos responsáveis pela quebra da economia americana há poucos anos.

Acho que ainda há muitos outros como ele. Não é somente que sejam muitos, mas potencialmente influentes. O dinheiro manda no poder. Mas não manda na opinião pública.

A opinião de cada um é muito importante hoje. O que se discute, o que é transmitido, é sempre objeto de preocupação de quem ocupa o poder.

Pesquisas são constantemente encomendadas para saber o que as pessoas pensam.

Não há nada mais totalitário do que aceitar o domínio de pessoas psicóticas, obcecadas somente por dinheiro, muito dinheiro.  Essas pessoas que hoje, influenciam a economia global, precisam ser questionadas.

Para que um dia encontremos uma forma mais Justa de viver, será preciso que também as economias estejam voltadas para isso. Para o bem comum.

É preciso questionar o totalitarismo econômico, a ambição de aumentar tantos e tantos zeros à direita, de subjugar o futuro da humanidade a somente isso. Enquanto que as pessoas são muito mais sublimes.

No mundo de hoje, com uma comunicação intensa, nada melhor do que refletir, sobre que futuro queremos.

O Super herói ainda não fala português..

Como nos filmes de super heróis, parece que aquele que tudo pode e tudo alcança, é de outro país, quase de outro planeta.

É que diante da tragédia anunciada que significa por exemplo a alternativa nuclear, não vemos no Brasil, projetos COM INCENTIVOS, que possam significar uma outra forma capaz de assegurar a continuidade.

Mas volta e meia encontramos, projetos de países, onde essa pesquisa é apoiada, ou ao menos viabilizada, como na Suécia.

O governo da Alemanha já definiu que energia nuclear não será mais utilizada.

São ações de super heróis, que desafiam a força da grana já implantada, dizendo: Precisamos de novas e mais seguras alternativas.

Ainda não vi nada desenvolvido, com apoio, aqui no Brasil. Algo que pudesse ser desde já uma alternativa. Mas gostaria de estar enganado.




segunda-feira, julho 18, 2011

O X da questão



Distante da Copa América

Agora todo mundo já sabe por que a seleção brasileira de futebol, masculino, não conseguia fazer gols.

Era isso então, falta de jogadores capazes de acertar o gol. E se não tiver esse ou (s) jogador, aí não há time que seja capaz de vencer uma partida, ainda que jogue melhor.

Imaginaram se em 94, Romário e Bebeto, fossem assim digamos, tão vacilões? 

Então acho que é momento de fazer Justiça, com jogadores que foram deixados de fora desta convocação.

É chegado o momento, de pensar, há sempre jogadores que não estão em clubes tão badalados, que não são os mais conhecidos da mídia, porém que podem jogar muito bem.

Havia citado anteriormente, Nilmar, que joga num time da Espanha, não é top, mas quando teve oportunidade mostrou que conhece o caminho. 

O pato já teve sua chance, e perder gol na frente, bem ali na pequena área, o momento que todo artilheiro sonha.. Acho que muito dinheiro e badalação atrapalham. Principalmente badalação.

Lembrar da seleção de 70, é um sonho. Tem gente que acha que aquele futebol já era.

Acho que nunca assistiu a uma partida do Barcelona.  E até da seleção Espanhola. Eles estão jogando hoje, o que os brasileiros jogaram, ou bem próximo, nos anos 70.

A bola ainda é redonda. Um bom jogador, tem que mostrar tudo que sabe, principalmente quando está no limite de uma disputa. Aí que o talento tem que aparecer. 

Se o técnico Mano Menezes, entrar numa de "trabalhar duro", com jogadores que não tem essa expressão, aí pode trabalhar quanto quiser, que na hora h, o resultado será isso que assistimos ontem: Incrível derrota para o Paraguai, depois de dois empates no tempo normal, prorrogação. Ainda erraram QUATRO PENALTIS, na disputa final.  

sexta-feira, julho 15, 2011

Oposição conservadora

O estilo da oposição conservadora que vem mostrando suas garras nos Eua, guarda alguma semelhança com a oposição em Brasília.

Conservadorismo, tradicionalmente mais arraigado nas elites, tem se mostrado instransigente.

No caso americano, chantageiam ao extremo o próprio país. Faltam poucos dias, para que os Eua possam ficar sem dinheiro para pagar aposentados, funcionários públicos, e ver rebaixada sua condição no mundo econômico, pela primeira vez.

Em Brasília, oposição trabalha ativamente, somente com denúncias, holofotes, à fim de aparecer mais que as obras do atual governo. 

Que sejam passados à limpo todos atos de desvios, de cima a baixo. Mas o governo eleito, precisa governar.

Aqui em São Paulo, o caso do secretário que ganhava por plantões em hospital, onde não aparecia, foi rapidamente apagado da mídiam, tão logo foi substituído pelo governador.

Corrupção sem limites

O que foi denunciado sobre desvio de verbas na catástrofe da Região Serrana, isto sim é coisa pra indignar qualquer um.

Corrução sem limite, deste gênero, deveria ser tratada como crime contra humanidade!

Ideologia da gastança e endividamento

A oferta que está na mídia esportiva, pelo jogador Carlitos Tevez, é a cara do capitalismo de hoje.

Os dirigentes lançam ofertas absurdas, envolvendo valores que ainda deverão receber nos próximos anos. Achando-se ricos, quando estão apenas endividando.

Assim se formam as enormes dívidas.

Nem tenho palavras para descrever isto. Um valor astronômico para o futebol brasileiro e que ainda por cima, jamais será recuperado. O jogador, se viesse, não seria vendido pelo valor que está sendo adquirido, (90 milhões de reais).

Vende-se um Bruno César (21), pela primeira oferta, e lança-se oferta de compra por Tevez (27).

Aí chega o início da Libertadores, e vendem mais uns dois ou três jogadores, sempre na primeira oferta.

Como se fosse impossível mantê-los por mais seis meses, até o final da competição.

Assim que se administra hoje, o que importa é dívida pra lá, comissão pra cá. E a torcida batendo palmas.

Só vejo enganação.

quinta-feira, julho 14, 2011

Denúncias: o que pensar?

Assistindo ao enfoque que tem merecido as denúncias contra o ministério dos Transportes, o que se pode imaginar sobre o governo?

A presidente tem se mostrado capaz de mudar quando preciso, e segue seu programa e seu objetivo desde o início.

Alguém que se apaixonou pelo Brasil, e que no decorrer dos tempos, foi se adaptando ao poder, para conseguir seu espaço.

Não consigo imaginar como deve ser difícil essa parte.

Para se manter no poder, com seu projeto, teve que negociar com vários grupos. É assim quando se pretende governar uma grande nação democrática.

Eu quero dizer que ainda acredito na presidente Dilma, no projeto deste governo, torço sinceramente, sem pretensões, para que seja um grande governo. Bom para o povo brasileiro.






Seleção brasileira: Roubo de DNA!

Assisti atônito à partida de ontem entre Brasil e Equador.

Quando Pato marcou o primeiro gol, saiu berrando numa expressão que demonstrava um enorme desabafo, como se fosse um gol contra um grande rival, muitíssimo importante e muitíssimo difícil de vencer.




Realmente foi assim mesmo. Um adversário fraco, tecnicamente, e que pareceu muito difícil.

Recordo aqui, o que li numa coluna de Tostão, um  EX Centroavante, com C maíusculo, da inesquecível seleção de 70. A melhor de todas:

Hoje se a seleção, vier a melhorar no conjunto, no máximo vai se equiparar às demais. É verdade.

No máximo a seleção brasileira poderá ser equivalente a equipe do Uruguai, quem sabe Alemanha, Holanda..  Pode ganhar pode perder.

É que no decorrer do tempo, a seleção brasileira perdeu sua identidade, seu DNA.

Se não existisse uma equipe como a do Barcelona, poderiam dizer que isto é utopia, que hoje o que vale é bola na rede, a competição etc e tal.

Acho que o que acontece hoje, é quase um roubo de DNA do futebol, buscaram no tempo nossa magia na arte de jogar, e conseguiram a transferência total de padrão do nosso futebol.

Se alguém na CBF quiser um antídoto, é simples:

Que tal disponibilizar amplamente para os jogadores da atual seleção, vídeos com as partidas daquela maravilhosa seleção de 70?

Mantenham seu "modus operandi", mas quem sabe observar como os craques daquela inesquecível seleção, conseguiam ser craques em equipe, possa transferir novamente para cá, nossa magia.  

Vale para técnico também.

quarta-feira, julho 13, 2011

Na Itália, chefão pede sacrifícios à população

O de sempre: Na hora da farra da verba pública o povão não é chamado.

Mas no momento em que as contas apertam, são os primeiros a serem lembrados.

Deveriam fazer um pente fino na Itália, pegar a máfia, e todos que já estiveram evolvidos em esquemas, e tirar deles o que for pra pagar a conta.

Seleção joga no sufoco da tabela

Hoje a seleção brasileira joga no sufoco, devido a brincadeiras de mau gosto em jogos anteriores.

Ainda não entendo o que um jogador como Pato está fazendo, ou esteve, como titular no ataque.

Deve ser o privilégio de jogar num time de ponta, e dirigido por um "capo" na Itália. Alguém que perde um gol na cara do goleiro, e que nunca apresentou uma exibição de encher os olhos na seleção, para mim não justifica.

Agora qualquer resultado é possível, temos alguns bons atletas individuais.  Não há ainda um conjunto formado.


Escândalos, CPis, e shows à parte

Realmente toda descoberta de um novo caso de desvio de dinheiro ou de cobrança indevida, deixa indignação aos brasileiros, que lutam pela sobrevivência no dia a dia.

Daí a tentar, como vêm fazendo a oposição, em Brasília, concentrar todo tema somente no atual governo é desproporcional.

Digo isto, por que podemos ver o tamanho absurdo que ocorre por exemplo na região Serrana, no Rio.

Desviam dinheiro que foi enviado pelo governo federal, para atender às vítimas das enchurradas. Isto deveria ser enquadrado como crime contra humanidade!!

Se o problema todo do Brasil, a respeito de corrupção fosse questão de 4 ou 5% estaríamos até bem nesse caso.

No país o sistema "corrupcionista" se desenvolveu desde Dom Pedro, e há casos de sobre preço, em 100, 200%, basta acompanhar o noticiário.

Em Brasília mesmo há oposicionistas, dando uma de indignados, que já faturaram aposentadorias sem terem o direito.

Na realidade, acho que estão disputando hoje, as próximas eleições presidenciais de 2014.
E não estão preocupados com o povo brasileiro, mas com sua própria posição na mídia.

Porque não trabalham nos inúmeros assuntos importantes que precisam ser analisados e votados?

Exemplos? Reforma tributária, melhoria nas áreas de saúde, educação, previdência...

Desviando socorro às vítimas..

O Brasil está se tornando o país do absurdo.

Imaginem agora, essa descoberta na região serrana.

Então os políticos de Nova Friburgo, Teresópolis, estavam desviando dinheiro enviado para socorrer as vítimas?

Esse tipo de crime, nestas condições deveria ser enquadrado como crime contra a humanidade, equivalente a um crime de guerra.

Assim todos podem ver, que o que se pretende hoje, concentrar todas as atenções sobre fatos de corrupção  somente em Brasília, é uma forma de tentar enganar a opinião pública.

Isto já se transformou em um sistema nacional, "invisível" e que se articula em todo país. Infelizmente, para o povo em geral, que é quem paga a conta.

Corinthians esbanjando?

Achei ótimo o Manchester City haver recusado a oferta do Corinthians para compra do passe de Tevez.

O que estaria justificando o clube gastar, de 20 a 25% sobre sua receita de TV dos próximo 4 anos?

Por mais fantástico que possam achar (eu não acho) aquele jogador, isto é uma forma de esbanjar. Será tão boa assim a situação financeira do clube para fazer uma proposta dessas?

Acho que neste caso, estão fazendo pouco caso da inteligência do torcedor.

O clube já tem pelo menos dois bons atacantes, Liedson, Wiliam.  Não encontro razão para uma oferta de 90 (NOVENTA) MILHÕES de  Reais por um único jogador.

segunda-feira, julho 11, 2011

Geração estraga água

Lembrei de um artigo que li numa revista científica há algum tempo atrás.

Usamos o mesmo estoque de água disponível no planeta há milhares de anos. Desde os tempos de Cristo ou até muito mais.

A água existente no planeta é sempre a mesma, num eterno processo de sobe e desce.

Assim o que é estragado é para sempre. Se for contaminado, por exemplo com radiação nuclear, pode não haver tempo de retomar o processo de purificação.

Precisamos de água para sobreviver, tanto quanto o ar.

Diante dessa realidade, não é exagero lembrar que toda ação para reverter o mau uso da água, é bem vinda, e devido ao enorme estrago, já vem com atraso.

Basta ver como anda o Rio Pinheiros Tietê, com águas imundas e escuras.

Atuação da seleção brasileira

Mais uma vez ficou comprovado que no futebol, competitivo de hoje não se pode brincar com a bola, enquanto a partida está em jogo.

Primeiro a seleção masculina:  Parece que o jovem Neymar, não tem quem lhe cobre responsabilidades, só quem passe a mão na cabeça. E a mídia que vive bajulando o cara.



Deu raiva de ver o sujeito retendo a bola desnecessariamente a todo instante, travando jogadas importantes de ataque. Ele jamais vai vencer uma partida sozinho, driblando todos adversários. Ainda não descobriu isso, e foi um dos que prejudicou o Brasil contra o Paraguai.

Também não entendo por que o Pato tem lugar cativo no ataque. Não me lembro de nenhuma grande atuação dele pela seleção brasileira.

Acho que Pato, é fruto de um lobby do "capo" da Itália. E o "capo" da CBF, impôs: Coloca esse aí no time e pronto.

Não sei o que as pessoas vêem nesse atacante. Acho o  NILMAR (e não o Nylmar) é muito melhor e já demonstrou como  é eficiente e simples em várias oportunidades. Mas não tem um "capo" para fazer lobby.

Talvez jogar num pequeno clube espanhol, não o promova à seleção. Mas suas atuações,quando foi convocado justificariam.

Assim enquanto perde-se tempo com firulas desnecessárias, o adversário vai à luta em busca do gol.

A seleção feminina, lutou muito contra os Eua. Foram batalhadoras. Nos instantes finais da partida com o placar favorável de 2 a 1 , achei uma frescura a seleção atacar e ficar retendo a bola sem avançar no ataque.

Foi numa dessas, fazendo pouco caso das adversárias, que a bola foi retomada e surgiu o contra ataque fulminante, que resultou num gol de cabeça levando a partida para os pênaltis.

Faltou reflexão do técnico nesta ocosião. Uma jogadora que já havia feito um gol contra, perdido um pênalti, notadamente não estava num  grande dia. Deveria ser poupada de bater mais um.

Mas o cabeça dura do técnico insistiu com essa jogadora e a crucificou, pois foi ela quem perdeu o pênalti. 

Caso tivesse um pouco mais de sensibilidade, indicaria outra atleta para não penalizar quem já não estava atravessando um grande momento.

sexta-feira, julho 08, 2011

Copa 2014

O que já era divulgado em verso e prosa, agora é uma realidade: Diante da pressa para realização da Copa, com obras tão atrasadas, o abuso econômico já esperado, está aí.

A única oportunidade em que uma região pode ser beneficiada, por incrível que possa parecer, é o caso do "fundão da zona leste", em São Paulo. 

Numa região onde não há quase nada de desenvolvimento, devido a possibilidade de receber um estádio (Corinthians) com abertura da Copa, pode receber também um conjunto de ações de desenvolvimento que incluem melhorias de transportes, viárias, hospital etc. Prometidos desde já.

Mas nem só de boas ações vive a expectativa da Copa, certamente que empreiteiros e tantos outros envolvidos já aspiram faturar alto sobre este evento.

Algo esperado, mas que merece toda atenção do brasileiro e suas instituições.

Não haveremos de perder nossos recursos em troca de shows para o mundo ver. 

Enquanto a população sofre com péssima infra estrutura em saúde e educação pública. 


Alerta climático

Continuamos assistindo mudanças climáticas a cada ano mais evidentes. Não há como mascarar a importância dessas alterções no clima.

E países como a China, o mais recente exemplo de sucesso econômico, nem sonham em buscar novas alternativas no uso de combustíveis, e contenção de emissão de poluentes.

O dinheiro acima de tudo. E assim caminha o comando do planeta.  Quem consegue raciocinar sobre este grande espetáculo fica imaginando, onde vamos chegar.

Achei um belo exemplo e grande alternativa, uma invenção sueca, mostrada no JN: uma espécie de "avião" que fixado no fundo do mar, com um cabo, acompanhava o ritimo das correntes marítimas aproveitando esta força, para girar hélices e gerar energia.

De acordo com seu criador, seria possível substituir toda energia elétrica produzida hoje por este método, aproveitando apenas um por cento do espaço marítimo. Foi o que deu pra entender.

O caso é que esta e outras alternativas já apresentadas, não são levadas à sério, e o tempo não para pra esperar ninguém.

O planeta já está emitindo sinais de desgaste extremo.

Alguém está duvidando?


Futebol sem resultado

A apresentação pode não ser daquelas de encher os olhos, mas se o time que estiver em campo conseguir ganhar, geralmente supera-se as deficiencias.

O problema hoje é que as principais seleções na Copa América, Argentina principalmente, e o
Brasil não conseguiram um golsinho se quer.

E agora discute-se justamente as deficiencias.

No caso do Brasi que ainda vai jogar a segunda partida, ainda há esperança de alguma melhora.

O gol é o objetivo a ser perseguido. Vencer é mais do que nunca um grande objetivo. Ou a vitória ou quem sabe um desmanche.

E olha que no caso brasileiro, foram convocados jogadores que estavam no pensamento da maioria dos "tecnicos" torcedores.

Aí é ver se ao chegarem lá, na seleção, conseguem resolver.

quinta-feira, julho 07, 2011

Bueiros explodindo no Rio, apagões em São Paulo, são provas explícitas de que privatização não é solução para este importante setor.

O investidor quer saber antes e acima de tudo de lucrar.

Investir em infra estrutura e qualidade de vida da população, ainda é papel primordial do estado.

O dinheiro público deveria servir para isto, e não só para o que vem $ervindo.

Ainda mais o setor de fornecimento de energia, que é comprovadamente lucrativo.

Todo cidadão, toda empresa necessita de energia elétrica.


quarta-feira, julho 06, 2011

Brasileirão

Timão joga hoje contra o Vasco, que vem com jogador devotado ao clube, parece o Ronaldo deles. E o atleta vai ganhar 545 Reais. Se a moda pega..

Saúde pública

A única coisa que funciona no serviço público atualmente é a emissão de senhas. Daí em diante é o paciente olhando para atendente e vice versa.

O governo finge que existe e a população finge que acredita.

De que adianta ter um serviço ágil, como o Samu, um resgate heróico dos bombeiros, se depois o paciente ficará em algum corredor de hospital público?

E se precisar de consulta, de exame então..

O JN tem mostrado nos últimos dias o terror que é precisar de um serviço público de saúde. Aqui em São Paulo já houve quem afirmasse ter descoberto a solução, mas o público até hoje não achou.

Não há atendimento público com dignidade. O povo tem sido humilhado nos hospitais.

Energia elétrica

No Rio explosões em bueiros, em São Paulo apagões.

Pelo jeito a solução privatizante não deu certo.

Aí fica a pergunta, por que um setor que obrigatoriamente dá lucro (todo mundo precisa de energia elétrica) precisa ser privatizado?

A população é que não está ganhando nada com isso.

segunda-feira, julho 04, 2011

Despedida de Itamar

Deve ser lembrado como um grande brasileiro, um presidente que ficou marcado pelo início do plano Real, que trouxe estabilidade ao país.

Mas que também precisou de outros condutores, nenhum plano se consagra automaticamente.

Valeu a criação, a iniciativa. Só o fusca que ficou na história, e não foi adiante. Na época achei boa idéia, retomar a produção.



Seleção patina na estréia

Tanta especulação sobre os jovens talentos do futebol brasileiro, aí chega na hora H e o pessoal pipoca.

Ainda acho que a mídia, sempre em busca de heróis, vem estragando o surgimento de novos talentos.

Deixassem de badalar tanto o Neymar, o Ganso e quem sabe eles teriam maior naturalidade para mostrar o que sabem.

Logo nos primeiros cinco minutos de partida, o Neymar deixou de chutar diretamente ao gol, para tentar driblar e talvez fazer um golaço. Resultado:  não conseguiu nada.

Hoje em dia o jogador tem frações de segundos para decidir. E um gol pode valer muito numa partida, nem que seja de bico de chuteira.

O preciosismo resultado de certa máscara, vem estragando o talento.


Dois pesos e duas medidas

Em geral políticos discutem assuntos de acordo com seus próprios interesses, em primeiro lugar.

É o que pensa a maioria dos eleitores. E até que não estão errados.

Hoje há uma discussão em Brasília sobre o investimento que o Bndes estaria articulando, para concretizar a fusão entre o grupo Pão de Açúcar e o Carrefour.

Um investimento que pode envolver quantia muito alta, sobre um negócio de empresário brasileiro e que não necessita do Bndes para se desenvolver, argumentam políticos da oposição.

Ok muito válida a preocupação com o destino do dinheiro público.

Mas o que dizem os mesmos protagonistas dessa discussão, sobre o investimento feito pelo mesmo Bndes em São Paulo, para ajudar o grupo norte americano, AES na compra da Eletropaulo?

Pior, é que esse grupo, em certo momento não vinha pagando o empréstimo, e ainda hoje ficou demonstrado que também não investem o necessário para oferecer energia elétrica, como deveria.

Os apagões em São Paulo colocaram essa questão em pauta, e até o governador Geraldo Alckimin expressou sua preocupação.

Mas até hoje não se levantou qualquer questão sobre o investimento feito pelo Bndes (QUE TAMBÉM APLICOU NOSSO DINEIRO) para que, um grupo americano comprasse a então estatal Eletropaulo, uma empresa que sempre deu lucro.