segunda-feira, fevereiro 28, 2011

Carnaval e bebida

Ainda tem muita gente que confunde as coisas, e sai por aí dirigindo embrigado no carnaval.

É um período que inclusive quem não bebe, pode ser vítima de quem bebe.

As campanhas precisam ser intensificadas, não é possível continar assistindo exemplo como os mais recentes, de gente embriada jogando veículo contra multidão, atropelando pedestres em pontos de ônibus..

Últimos instantes de uma ditadura

Temos a liberdade de divulgar críticas a esse ditador, e faço isto em homenagem ao povo Líbio que tenta, mesmo arriscando a vida, derrubar este governo.

Apenas não tenho qualquer clareza sobre o futuro, por que no mundo árabe, sai uma ditadura e parece haver uma fila de outras querendo entrar..

Quem se mobiliza, não está apenas tentando tirar um governo do poder, está protestando por sua precária condição de vida.

Educação no congresso

O deputado Tiririca, está confirmado na comissão de "educassão" do congresso.
Agora vai!!

sábado, fevereiro 26, 2011

Clube dos 13

Com a desfiliação do Corinthians e o anúncio de outros grandes clubes, que pretendem negociar à parte seus interesses nas transmissões de jogos pela TV, por certo os grandes ganharão mais, e a Globo estará mais confortável, por negociar diretamente com os principais interessados.

 Os clubes menores continuarão dependendo do clube dos 13, que vai perdendo sua força. 

Tem um outro aspecto, quem tem a tradição de exibir jogos, apresenta a garantia de continuar as transmissões. 

Já quem se apresenta agora, poderá no futuro, guadar parte do que comprou em detrimento de sua programação comercial.

Assisto a esta desfiliação, como assistiria a um jogo de futebol, tentando entender os próximos passos, mas a real é que só no término do jogo é que dá pra saber quem realmente ganhou.


Educação no Brasil

Agora vai!! A inclusão do deputado Tiririca, na comissão de educação do congresso, mostra como a classe política está "realmente" preocupada com o tema.

Parece que a população está anestesiada com os efeitos da tv e outras mídias, e dorme tranquila, confiando em quem está somente destruindo o futuro do país.  

Se o cidadão tiver alguma condição para PAGAR MAIS DE UMA VEZ para seus filhos estudarem, ainda se livra, mas quem depender do ensino, pago através dos IMPOSTOS, aí se depara com isto: Façam uma visita a escolas de  segundo para comprovar..


Revoltas no mundo árabe

Manifestações estão ocorrendo em praticamente todos países árabes, porém o foco hoje na mídia internacional é a Líbia. O governo de muamar cadáver está irredutível, e dá sinais que vai resistir até o fim, promovendo um banho de sangue no país.

Perdendo apoio de seus próprios integrantes de alto escalão, e dos principais países no mundo. 

Não deverá permanecer, fica a dúvida sobre quanto tempo resistirá, quantos morrerão, e ainda que tipo de governo vai sucedê-lo..



Sacolas plásticas: mais uma reportagem incompleta

O JN exibiu nesta sexta mais uma reportagem sobre os perigos para natureza de se utilizar sacolas plásticas, de supermercado em casa.


O problema desta reportagem foi o mesmo das anteriores:  A grande sacada do uso destas sacolas, é justamente sua destinação final, juntar lixo doméstico para encaminhar ao serviço de coleta na calçada.


Até hoje não inventaram algo melhor para substituir estas sacolas, daí sua enorme utilização. 


E por que essas reportagens não abordam essa questão?  Se alguém deixar de usar as sacolas plásticas, então usarão o que?  juntar lixo doméstico em jornal vai resultar em lixo esparramado pelas ruas, pois qualquer resíduo molhado vai destruir o embrulho.


Até hoje a melhor solução que já vi foi o estudo sobre sacolas feitas em plástico biodegradável, infelizmente ainda em fase de teste.


A reportagem do JN ficou devendo a exploração deste tema.



sexta-feira, fevereiro 25, 2011

Ditaduras em xeque no mundo árabe

O presidente Líbio muamar cadáver manda distribuir dinheiro à população.. Deve ser o desespero final desta ditadura. Se ele tivesse preocupação com o destino de seu povo, não permitiria tanta mordomia à sua volta a despeito do que vive a população.

Outras ditaduras no mundo árabe procuram fazer concessões financeiras para na tentativa de se manter no poder.
Até aqui é uma incógnita como serão os novos governos.. que o povo árabe possa se livrar de ditaduras..


O mínimo ainda dá o que falar

Vai continuar sendo o menor das américas, mas ainda é bem maior que o mínimo pago na época do governo Fhc. O que não serve de consolo para contas atuais.

Para se ter um mínimo maior, seria preciso uma reviravolta no sistema econômico, e principalmente na forma como o dinheiro público é visto hoje, pelos políticos que tem acesso a essa administração.

Isto tem que partir de exigências da população.


quinta-feira, fevereiro 24, 2011

Revolta e masscre na Líbia

O mundo árabe assiste hoje a revoltas populares impressionantes. É o povo tentando se livrar de décadas de opressão, baixos salários, falta de emprego, e sempre um ditador à frente do governo.

A Líbia do líder muamar cadáver, é o exemplo que mais impressiona o mundo.  Levado ao poder há 42 anos, através uma revolução, dizia instalar o "socialismo" no país.

Mas hoje o que se vê é só mais um país com muitos problemas sociais, e também muita revolta. E um líder disposto a massacrar seu povo, para se manter no poder.

Caso escape da população com vida, é provável que muamar cadáver venha a ser julgado num Tribunal internacional, de Haya por crimes de guerra. Crimes contra a humanidade.



Salário mínimo de hoje

A conta mais sensata para um salário mínimo decente, e que corresponderia a uma efetiva DISTRIBUIÇÃO DE RENDA HOJE, é de R$1.200,00 (HUM MIL E DUZENTOS REAIS).

Isto já foi demonstrado N vezes, inclusive divulgado pelo DIEESE que é o departamento Intersindical de estudos sócio econômicos. 

Mas como hoje estão discutindo somente o valor para atualizar o mínimo, a proposta aprovada foi o salário de R$ 545,00.

Agora convenhamos MERRECA MESMO era o salário mínimo pago à época do governo de Fhc, equivalente a míseros 80 dólares, menos de 200 reais nos dias de hoje.

quarta-feira, fevereiro 23, 2011

Honduras

http://bit.ly/frrKU8
A mesmíssima mudança que Manuel Zelaya presidente de Honduras quis inserir, em seu país e que por isto foi deposto, agora aqueles que o depuseram querem reeditar naquele país. Coisa de Circo. E os que defenderam sua deposição pela tentativa, de alterar a constituição??

Sei de profissionais da mídia, famosos que desceram a lenha em Manuel Zelaya, e agora dizem o que??


A mídia que defendeu o golpe contra Zelaya agora se cala



O parlamento de Honduras aprovou, nesta quinta-feira (18), a reforma na Constituição que incorpora os mecanismos de consulta popular por plebiscito e referendo. Trata-se da mesma mudança que o ex-presidente do país, Manuel Zelaya, tentou impulsionar durante o seu mandato e que conduziu ao golpe de Estado de 2009, sob o argumento de que seria ilegal.





Os deputados de Honduras expressaram que ficava "constitucionalmente ratifiicado'' o artigo 5, relativo ao plebiscito e ao referendo, que havia sido aprovado em primeira instância pelo Parlamento em 13 de janeiro, durante a legislatura anterior.



A alteração foi aprovada com 103 votos a favor e 16 contra. O Congresso assinalou que a mudança deve ser publicads no diário oficial nos próximos dias para poder entrar em vigor.



Esta reforma constitucional dividiu opiniões no país centro-americano. Ela abre a possibilidade de que, por meio de uma consulta popular, possam ser eliminados os chamados "artigos pétreos" da Constituição, que impedem a reeleição presodencial.



O deputado Augusto Cruz, da Democracia-Cristã, considerou que se trata de um passo em direção à democracia. "Esta é a luta pela democracia real e participativa. Não é preciso ter medo da democracia e temos que dizer isso a todos os setores. O que nós temos que fazer em Honduras é participar das consultas para conseguir as mudanças", disse ele.



Em janeiro passado, o ex-presidente hondurenho, Manuel Zelaya, disse que, com a polêmica aprovação da reforma constitucional, o Congresso reconhece que era legal a consulta popular que se tentou promover durante o seu mandato.



A Frente Nacional de Resistência Popular, que reúne os apoiadores de Zelaya, contudo, fez críticas à reforma, por ser conduzida "pelos mesmos que deram o golpe de Estado".



Quando Zelaya era presidente de Honduras, em 2009, tentou realizar uma consulta não vinculativo, em 28 de junho daquele ano, dia das eleições regionais no país, para perguntar se a população apoiava ou não a iniciativa de incluir uma quarta urna nas eleições gerais de novembro de 2009, na qual o povo responderia sobre a convocação de uma Assembléia Nacional Constituinte.



No entanto, esta consulta popular não se realizou, pois, neste dia, se realizou o golpe contra Zelaya, que incluiu o seu sequestro e posterior saída, à força, de Honduras. O argumento era justamente a suaposta ilegalidade de tentar "modificar a constituição". Até de "traição à pátria" o hondurenho foi acusado, por tentar promover tal consulta.



Com a derrubada de Zelaya, depois de um governo interino do golpista Roberto Micheletti, o atual presidente Porfírio Lobo elegeu-se novembro de 2009, em um pleito realizado em plena crise política e que não foi reconhecido por parte da comunidade internacional, justamente por ocorrer sob um governo golpista.



Questionado agora sobre a mudança de opinião a respeito da consulta popular, Lobo declarou que a diferença é que Zelaya "queria ficar no poder", enquanto seu compromisso é permanecer no cargo "até 27 de janeiro de 2014", rechaçando, assim, uma reeleição. O argumento de que Zelaya pretendia continaur no posto foi o mesmo utilizado por seus detratores, na época do golpe.

Incômodos e indesejáveis em: O retorno

Se mais ninguém apontar uma saída para suprir o déficit no orçamento da saúde pública, parece inevitável o retorno da cpmf.

Hoje, hospitais públicos vivem fingindo que atendem e o público imaginando ser atendido. Mas a saúde pública nunca esteve tão precária.

Não é só falta de recursos, mas a MAL VERSASÃO dos mesmos. Este assunto porém é muito difícil de ser colocado em pauta. Então o que sobra, a única opção parece ser mesmo, mais dinheiro, vindo do maior financiador: imposto.

A maior diferença, é que por ser um percentual pequeno individualmente, será sentido mais pelas grandes empresas, pelos grandes grupos, que pela população em geral.

Kadaf e comparações quase similares

O mundo árabe passa por significativas transformações. Provavelmente o descontentamento com a situação sócio econômica, seja a tônica das manifestações.

Há ditaduras, reinados, muito arraizados e que não dão sinais de que vão ceder aos apelos para deixar o poder.

Também há ditador que parece não perceber a realidade à sua volta, e imagina lutar contra todos. Ele e sua sombra, sr. Cadáver.




terça-feira, fevereiro 22, 2011

Todo governo precisa de apoio..

Mas tem apoio que incomoda..

Protestos no mundo árabe

Populações do mundo árabe questionam o domínio de décadas exercido por ditadores de várias espécies.

 Tem até um determinado que se diz socialista, mas que reafirma seu desejo de permanecer no poder e "lutar como um mártir".

Um mártir não usaria o poder econômico do estado, com equipamentos sofisticados contra população indefesa. Isto é ato de COVARDE!

muamar cadáver, como deveria se tornar conhecido daqui por diante, não tem o direito que imagina ter, de reprimir os que lutam por melhores condições de vida. 

 Até por que se fosse ao menos sombra de socialista, este governo teria se preocupado desde sempre com a qualidade de vida de seu povo.
Apoio integral ao povo árabe em sua luta para se libertar de ditaduras. E que não caiam em outras..

segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Na próxima edição da LIbertadores..

Acho que a torcida do Corinthians deveria preparar novas manifestações, caso o Timão consiga este ano se classificar para Libertadores 2012.

A serem realizadas antes do início, claro, e nada comparável ao que se apresentou este ano, com atos de violência.. Mas algo positivo até para lembrar a diretoria, o elenco, que o time estará disputando uma importante competição.

Parece que as manifestações de descontentamento, e até o esvaziamento de estádio em algumas partidas, fizeram muito bem ao Timão.

Preço da consciência..

Aliás consciência é algo que por aqui não tem o menor valor, não no poder..

Por falar em consciência achei muito boa a reportagem do fantástico mostrando, como o Inss tem cortado auxílio doença, para trabalhadores que REALMENTE estão doentes e impossibilitados de trabalhar.

Até hoje não soube se conseguiram repatriar o dinheiro que aquela juíza georgina do Inss, havia desviado.

Mas para retirar de trabalhador é uma eficiência..

Berlusconi deverá ser julgado

Óbvio que em toda parte é sempre a mesma coisa: Não fosse uma pessoa tão rica e influente e já estava em cana..  Ma a Itália promete um julgamento para este político que em tudo se parece com os "capo" da máfia, e vive como se a vida fosse uma grande orgia. E ainda como alto dirigente do país..

quinta-feira, fevereiro 17, 2011

Berlusconi, o play boy do poder..

O dirigente italiano, deve estar mt confiante no seu poder de per$$ua$ão.  Vai ter de desfilar muitos argumentos para provar que, o que todos viram e confirmaram, não era bem assim

Parece que o país da "velha bota" anda pretendendo passar à limpo o poder.. 

Seria mesmo assim?

Saláríomínimo, o mínimo de desconfiança..

Um mínimo de desconfiança as pessoas terão de ter ao observar mais este episódio da vida política: Quem sempre contribuiu para aumentar a pobreza, agora se diz favorável a um salário mínimo maior..

Na real, o salário mínimo deveria ser de R$ 1.200,00 (HUM MIL E DUZENTOS REAIS).
Mas a economia nunca está pronta para isso.. Teria que haver inúmeros processos, reformas políticas, fiscais, um país em fim, voltado para o desenvolvimento de sua população, e não somente daqueles que conseguem manipular..

Da série: Aposentadoria..III

Um dia vai.. ah vai..